domingo, 18 de dezembro de 2011

O riozinho.

O riozinho vem caindo
Em prantos e eu sorrindo
Com meu barco de papel
Dentro dele, meu anel
Que eu presenteei o mundo
Mas decompõe o rio fundo
Mergulho, todo heróico, a salvar
O barquinho que ia se afogar
Mas agora to encharcado
E o barquinho estragado
Não dá mais pra velejar
Fecho os olhos, to no mar
E vou surfando em pensamento
Como o avião voa com vento
E bato asas pra provar
Que é claro que sei voar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

(Como eu estou escrevendo?) Acrescente suas ideias, estrelinha...