sábado, 15 de janeiro de 2011

Vejo-te estrela.

Estrela que nada,
Estrela que voa.
Tu és estrela
E vais e vens comigo.
A vejo no céu, a vejo no mar
Mas não ousaria tocar
Pois cegaria com seu brilho
Que minhas rimas hão decifrar.

4 comentários:

  1. "Estrela, estrela...
    Como ser assim?
    Tão só, tão só..."

    Minha linda.

    ResponderExcluir
  2. Nasaneeds: Sim, a hora da Estrela.
    Daniela: Isso mesmo. Esta música é maravilhosa.

    ResponderExcluir
  3. hão decifrar
    hão de-cifrar
    hão de cifrar
    hão de fingir que explicam e emralhabam

    emralhabam é embaralham emralhabado, aos leigo

    ResponderExcluir

(Como eu estou escrevendo?) Acrescente suas ideias, estrelinha...