terça-feira, 18 de janeiro de 2011

I

O vento agita sua saia florida
Enquanto corre para mim,
Seus lábios formam um sorriso
Acompanhando um olhar desajeitado.
- “Meu querido.” –
Não, não diga nada,
Apenas feche os olhos e sinta
Porque de vez em quanto sentir é melhor que falar,
Que ver; que sonhar.

4 comentários:

  1. Isso lembrou-me a atual situação que se encontra minha vida. E deu um aperto no coração pequena.
    Bem, o texto é singelo, mas não perde o valor. O final é bonito e foi como uma pequena luz ao meu dia.

    ResponderExcluir
  2. Porque ao sentir, a gente também entende. O sentir é a forma mais ampla de se entender.

    =*

    ResponderExcluir
  3. Até porque sentir é real, enquanto sonhos e expectativas são limítrofes em nosso mundo particular.

    ResponderExcluir

(Como eu estou escrevendo?) Acrescente suas ideias, estrelinha...